REGIMENTO

ORGANIZACIONAL

HIERARQUIA

"A hierarquia e disciplina militares são princípios constitucionais que constituem a base das organizações militares, condensando valores como o respeito à dignidade da pessoa humana, o patriotismo, o civismo, o profissionalismo, a lealdade, a constância, a verdade, a honra, a

honestidade e a coragem.

Tais princípios pretendem dar máxima eficácia às instituições militares, conferindo-lhes poder e controle sobre seus integrantes, que pela função que desempenham sempre têm a arma ao seu alcance."

THOMAZI, 2008

O corpo CFOD possui a característica de Forças Especiais, portanto, nesse quesito compreende-se que todos possuem responsabilidades dentro da unidade, proporcionalmente ao tempo de casa e o desenvolvimento do operador aliado ao interesse de participar e ser atuante garante a simplificação da aplicação da política de patentes.

Deste modo, em termos de patentes, as grades mais altas (oficialato) têm como essência a característica mais administrativa a qual tem como principais objetivos ordenar, organizar, direcionar e instruir sempre que necessário, afim de que o corpo cumpra com os objetivos determinados.

O corpo, ou a base (praças), possuirão o entendimento amplo da cadeia hierárquica e terão como viés operacional o cumprimento de ordens de forma fiel e cordial, processando as informações passadas sem muitos questionamentos ou ponderações.

Todo operador do corpo seja da mais baixa a mais alta patente de praça possuirão prerrogativa de cargo em termos operacionais apenas (ações em jogo), porém sua participação no grupo não será limitada ao cargo, não obstante a quantidade de superiores acima de sua grade organizacional.

Todos possuirão como elemento de compreensão básica que: "Toda decisão será compartilhada quando aplicável.", haja visto que o compromisso esperado pelo grupo em relação ao corpo base A3CN/CFOD é a participação nas operações e também a manutenção da diversão em grupo.

ORBAT A3CN

O ORBAT é um mecanismo visual onde trata-se das unidades disponíveis para serem usadas em determinadas campanhas e ou situações.

O A3CN tem atualmente três tipos de ORBAT:

SPARTA

É um componente de arma com aproximadamente 250 a 350 homens especializados e focados em combate. Em geral essa unidade é usada para apoio avançado afim de garantir uma certa autonomia e segurança as forças especiais ou assegurar posições avançadas dentro de uma campanha.

SABRE

É uma evolução do componente SPARTA, seu modelo não só oferece mais homens para a campanha como outros braços de armas dentro de sua própria estrutura afim de garantir não apenas apoio, mas sustentabilidade entre a linha de frente e a retaguarda.

TITAN

É uma estrutura completa e ampla, em geral é instalada dentro de um cenário em meia conquista de território ou para fins de entretenimento ou tipo de campanha já em seu início.

Em ponto futuro essas unidades poderiam sim depender de pontos de política internacional, agradabilidade pública e etc. Contudo no momento não há nada em uso desta natureza.

TREINAMENTOS

O COOPNIGHTS preocupa-se muito com o quisito  de ter-se autenticidade, por isso exigimos de você operador, que no dia a dia preocupe-se sempre em entrar no espírito do Role Play e participar do jogo como um verdadeiro operador.​

 

Nossos treinamentos seguem essa linha, para tanto nos dedicamos muito nas construções dos cenários, bases e afins que acomodarão você dentro do seu estágio inicial, O TREINAMENTO, com relação a estes podem ser:

MECÂNICO

Baseado em conhecimento geral, instâncias, equipamento, funcionalidades e afins avaliaremos o candidato a recruta em uma sistemática a qual não servirá como ato eliminatório, contudo não gradua o elemento como soldado ou qualquer outro grau dentro de nossa corporação virtual.

TEÓRICO

Avaliação de proficiência técnica e psíquica das ações dentro de cenários de patrulha, formações de combate e etc.

O candidato nesse caso poderá estar sujeito a uma possível dispensa pelo instrutor caso não domine o básico após treino regular intensivo.

A conceitualização teórica é um dos pilares de nosso grupo, para tal após as ações de combate sempre realizamos uma análise pós ação conjunta com o corpo de maneira a discutir os prós e contras do sucesso ou fracasso operacional, para preparar o operador para esse tipo de situação aplicamos o treinamento teórico (manuais do grupo ou biblioteca).

PRÁTICO

A prática é um uso não apenas do candidato a operador, mas de todos, um dos pilares do guerreiro moderno, tal como de nosso grupo é o conhecimento individual e prático como meio de sobrevivência e especialização de terceiros.

 

Sujeito a dispensa o operador deve dominar o básico de duas áreas a escolha. Neste treinamento demonstramos as diferentes habilidades e conhecimentos da militaria a qual você poderá dominar.

Este treinamento é de grande importância para definir sua presença dentro desta unidade, tal como todas as aulas ministradas são dependentes dos instrutores e seus respectivos horários.

A.P.A.

Popularmente conhecida como Debriefing grupos a fora, a ANÁLISE PÓS AÇÃO dentro do A3CN  visa construir uma análise intelectual e crítica a cerca das ações tomadas em campo, para tal analisando não apenas o sujeito e seus erros ou acertos, mas com perguntas e entendimento do curso operacional coletivo e individual, formular erros e acertos, discussões estratégicas e táticas e sempre que possível eliminar achismos e trazer a mesa de discussão conhecimento empírico acerta das decisões operacionais empregadas.

COMO FUNCIONA

1. A voz começa pela alta patente em campo, e é passado patente a patente até a última pessoa se pronunciar sobre a partida.

2. Durante as pontuações de cada um, principalmente se elas cruzarem com uma necessidade de explicação do por que de certas tomadas de decisão os líderes, assim que aberto a voz volta para os líderes se posicionarem sanando as dúvidas restantes.

3. Pedimos que evite-se redundâncias na A.P.A. assim se uma dúvida foi tirada pela patente acima da sua, brasil e segue para o próximo.

4. Durante o processo de monólogo de cada patente é permitido solicitar intervenção no discurso prestando continência e mantendo o braço estendido até que o interlocutor passe a palavra para o solicitante.

5. Recomenda-se que cada um tenha um bloco de notas ao lado com caneta ou lápis e vá anotando eventuais dúvidas ou perguntas para que não perca sua oportunidade depois.

6. Terminada a vez do último homem, é dever da maior patente em comando declarar o encerramento da A.P.A.

7. Proclamado o término todos devem desconectar-se em local privativo para evitar materiais na base ou corpos, estragando eventual roleplay de jogadores de outro turno.

8. Com a saída do servidor e todos no teamspeak nos canais apropriados, todos os operativos voltam a ser civis comuns sem as necessidades formais adotadas dentro da plataforma.

Acima alguns vídeos produzidos por jogadores ou ex-jogadores de algumas de nossas partidas. 

© 2018  MESA DE GUERRA

coopnights@gmail.com    Base Machado Corte Real Altis, Almyra

  • Facebook Basic Black